Os 4 Cs de classificação de diamantes

Quilate peso (Carat)

Quilate peso - Diamond Brothers

 

Para qualquer pedra preciosa, a forma de medir o seu peso é em quilates. Um quilate é dividido em 100 pontos. Por exemplo, um diamante que tenha 50 pontos terá 1/2 quilate de peso ou 0.50ct. Um diamante que tenha 75 pontos terá 3/4 quilates ou 0.75ct. A classificação de um diamante começa exactamente por aqui.

A forma mais fácil de determinar o peso de um diamante é a seguinte: 1 quilate é igual a 0.2 gramas.

Existem grandes possibilidades de dois diamantes com a mesma lapidação e resultantes da mesma pedra em bruto diferirem a nível das suas proporções.

O processo de avaliação de um diamante não é a mesmo que do ouro. Por exemplo, um diamante de 1 quilate custa bastante mais (mais que o dobro) do que um de diamante de 1/2 quilate, pela simples razão de que os diamantes de maiores proporções serem mais raros.

Pureza (Clarity)

Pureza - Diamond Brothers

A pureza é medida numa escala que vai de puro (sem inclusões) a cheio de inclusões (I-3). A pureza de um diamante é classificada através da amplificação 10X sob luz forte por um técnico experiente.

A classificação final da pureza é determinada pela facilidade com que o técnico consegue detectar as inclusões e manchas.

As ferramentas mais usadas na classificação da pureza são a lupa ou microscópio com amplificação de 10X. Assim podemos dizer que as imperfeições não filtradas por amplificações de 10X não são consideradas imperfeições. Os vários códigos de classificação e os seus significados são conforme a ampliação de 10X.

Cor (Colour)

Cor - Diamond Brothers

 

Idealmente, um diamante deve ser uma peça transparente. Ainda assim, como algumas pedras têm cor, o processo de classificação da cor torna-se bastante importante. Os diamantes são medidos numa escala que vai de sem qualquer cor (D) a muito colorida (Z).

Depois de 'Z' os diamantes apresentam várias cores, sendo mais conhecidos como "fancy". Os diamantes de cores populares são usados como pedras de comparação para a classificação da cor. Utiliza-se frequentemente o Clorímetro em alguns locais para a classificação da cor; porém, não supera a visão humana treinada e experiente.

Mas a avaliação de um diamante não fica determinada na classificação da cor. Por isso, uma cor K pode ser mais bonita e de maior valor se tiver boa lapidação e pureza. Apenas os diamantes classificados de N para a frente tem a cor visível a olho nu.

As cores mais populares são combinações de rosa, azul, castanho, amarelo, laranja, verde e vermelho. Entre estas, o amarelo é a cor mais comum, sendo mais raras o vermelho, o azul e o verde.

Lapidação (Cut)

Lapidação - Diamond Brothers

Lapidação - Diamond Brothers

 

A lapidação confere brilho às pedras preciosas. A lapidação é usada para classificar aparência de um diamante. Para uma pessoa que não seja especialista, um diamante que não atraia a atenção num primeiro olhar pelo seu brilho não possui uma boa lapidação. Um diamante lapidado na perfeição cega-o com a sua beleza.

Um talentoso mestre de lapidação pode obter uma lapidação perfeita a partir de uma pedra em bruto. A forma e volume do brilho de um diamante são exclusivamente baseadas na sua lapidação. O reflexo da luz é sempre máximo num diamante bem lapidado, resultando num brilho perfeito.

A luz é reflectida através dos lados e dos fundos em diamantes de lapidação rasa e funda. Dessa forma, o seu brilho é também afectado. A lapidação redonda tradicional do diamante é a única que pode definir uma gama de proporções e pode resultar numa boa lapidação. O mesmo tipo de gama de proporções não está disponível para diamantes fancy como a lapidação princesa, pêra, esmeralda, etc.

LAPIDAÇÃO e FORMA são dois termos diferentes. FORMA refere-se ao exterior do diamante, como redondo, oval, esmeralda, enquanto que LAPIDAÇÃO se refere às qualidades reflexivas do diamante. Ao observar as proporções de um diamante, um olho experiente e treinado consegue distinguir entre uma lapidação ideal e uma lapidação funda ou rasa.

As lapidações são definidas normalmente pelos termos de Lapidação Ideal, Lapidação Premium, Lapidação Boa, Lapidação Suficiente e Lapidação Pobre. Ideal, premium e boa lapidação de diamantes são valorizadas de acordo com a luz que reflectem. Lapidações suficiente e pobre reflectem apenas uma parte da luz. As classificações das lapidações Ideal, Premium e Boa variam respectivamente de máximo brilho, que reflecte a maior parte da luz que entra no diamante, enquanto que os diamantes classificados como Suficiente ou Pobre significa reflectem apenas uma fracção da luz que neles penetra.

Valorizamos seus diamantes.
Consulta gratuita

+32 488 413 229

  • IGI International Gemological Institute
  • HRD Hoge Raad van Diamant
  • GIA Gemological Institute Of America
  • AGS American Gem Society
  • LD Gems bvba Antwerp